Olá vestibulando!

 

Neste post, vamos dar um intervalo na nossa série de textos sobre os erros ortográficos e falar sobre um aspecto importante da redação, que, muitas vezes, é um quesito que compõe a nota final do texto: a coletânea (textos de apoio). Esse post foi inspirado por dúvidas de vários alunos, que sempre nos perguntam como usar bem a coletânea apresentada nas provas de redação dos vestibulares. Por isso, preparamos para você essas três dicas sobre como utilizar a seu favor a coletânea da prova de redação.

 

  1. Leia os textos de apoio, não pule direto da proposta para a escrita!

Esta parece uma dica óbvia, mas não é. Muitos candidatos pensam que os textos de apoio são acessórios ou desnecessários e, com medo de estourarem o tempo da prova, acabam lendo apenas a proposta e partindo direto para a escrita. Não faça isso! Se a prova oferecer textos de apoio, leia-os com atenção, pois eles podem indicar um caminho para o seu texto, ajudando-o a ter ideias sobre como abordar o tema, principalmente quando você não domina o assunto da proposta. Além disso, a coletânea mostra mais ou menos o que a banca espera que o candidato faça.

  1. Destaque as informações mais importantes e as utilize em seu texto.

Depois de ler a coletânea, destaque as informações que você julgar relevantes para discutir o tema. Este é um exercício importante, pois mostra a capacidade do candidato de ler, compreender e selecionar uma informação. Depois de destacar as informações relevantes, utilize-as em seu texto. Você pode inseri-las como exemplo ou ilustração de algum argumento, o que irá sustentar e reforçar a sua argumentação. Por exemplo, em uma proposta que pede que se discuta a relação entre desigualdade social e índice de violência, se a prova oferecer um gráfico com dados estatísticos, você pode utilizar um desses dados como prova do que afirma, pois, dessa maneira, seu argumento deixa de ser apenas uma afirmação individual e passa a ser uma informação sustentada em um dado estatístico, afastando, assim, a possibilidade de ser refutado.                  

 

  1. Não copie, aproprie-se!

O fato de a coletânea mostrar mais ou menos o caminho que deve ser seguido não significa que você deve abordar tudo o que aparece nela, e na mesma ordem; pelo contrário, ficar totalmente preso à coletânea, inclusive copiando-a, é uma péssima atitude, que pode lhe custar muitos pontos. O que as bancas esperam é que você compreenda as informações que aparecem nos textos de apoio e que saiba utilizá-las, apropriando-se delas. Esta é uma palavra importante, apropriar significa “tomar posse”. Tomamos posse de um conhecimento quando somos capazes de compreendê-lo claramente e de reelaborá-lo de uma outra maneira, associando-o a outros conhecimentos. Isso é apropriar-se da coletânea, ser capaz de compreender as informações nela contidas e estabelecer relações com outras informações que não estão ali, reelaborando-as. Isso mostra a autonomia e a autoria do candidato, o que enriquece muito o texto e, consequentemente, aumenta a sua nota.

 

Portanto, se você quer garantir uma boa nota na redação, não despreze a coletânea! Leia-a com atenção, destaque as suas informações relevantes e as utilize no texto, de forma apropriada e não “colada” aos textos originais. Com certeza seu texto será autônomo e isso refletirá na sua nota!

 

Até a próxima e bons estudos!

 

Profa. Danusa

Treine redação online para o Enem em nossa comunidade gratuitaTenha seus textos corrigidos por membros da comunidade e melhore seu resultado semana após semana.