Olá, vestibulando!
Sabemos que, quando nos preparamos para algo, sempre surgem muitas dúvidas. No estudo da redação não é diferente, por isso, hoje trazemos aqui quatro dúvidas sobre redação que são bastante comuns entre os vestibulandos.
 

  • É possível aprender a escrever redação?

Sim, é possível aprender a escrever redação do zero. É claro que os alunos que têm mais facilidade com a escrita e que têm o hábito da leitura terão mais facilidade neste processo, mas os alunos que têm mais dificuldade também podem aprender redação. Escrever envolve inspiração e criatividade, mas também envolve muita prática e planejamento. Por isso, se você quer aprender redação, deve procurar um curso ou um professor e praticar bastante, sempre refletindo sobre as correções feitas pelo professor, para que possa aprimorar a sua escrita.
 

  • Para ter uma boa nota em modalidade, preciso usar palavras difíceis, mais rebuscadas?

Não. Ter uma boa modalidade, ou seja, escrever de acordo com a norma culta padrão, não significa que necessariamente devem ser usadas palavras difíceis. Pelo contrário, especialmente se for escrever textos mais objetivos, como os do gênero argumentativo, simplicidade e objetividade serão um diferencial. Isso não significa também que você deve utilizar uma linguagem coloquial, próxima da fala. Você deve ter um equilíbrio. Um bom exemplo é a linguagem utilizada pelos grandes jornais, como Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo, etc.
 

  • É necessário dar título ao texto?

Depende. Normalmente, se o título é necessário, a prova indica isso na proposta, mas geralmente, dar título ao texto é opcional. Uma dica é deixar para pensar no título depois de ter escrito o texto, pois, se fizer o processo inverso, pode ser que você fique “empacado” no título e demore para começar a escrever a redação, diminuindo seu tempo de prova. Afinal, é mais fácil pensar no título depois que você já disse o que queria dizer no texto, facilitando a coerência entre o título e as ideias tratadas no texto.
 

  • A forma do texto (modalidade e coesão) conta mais pontos que o conteúdo?

Não. O texto é uma unidade de sentido composta de vários aspectos (coesão, coerência, gênero, modalidade, argumentação, abordagem do tema, etc.) e, quando o avaliamos, devemos verificar se estes aspectos foram trabalhados de modo harmonioso, de forma que tenha sido produzido de fato uma unidade de sentido autônoma. Assim, escrever bem e conectar as ideias não garante uma boa nota na redação se o conteúdo do texto for fraco e apenas repetir ideias do senso comum. Da mesma forma, escrever um texto com uma abordagem aprofundada do tema, mas com uma coesão ruim e muitos erros de escrita também não garantirá uma boa nota. Mais uma vez ressaltamos a importância de se ter equilíbrio e dominar tanto o conteúdo quanto a forma.
 
Espero ter sanado algumas de suas dúvidas. Bons estudos e até a próxima!
Profa. Danusa

Treine redação online para o Enem em nossa comunidade gratuitaTenha seus textos corrigidos por membros da comunidade e melhore seu resultado semana após semana.