Olá, vestibulando!

Coletânea, textos de apoio, textos motivadores, texto-fonte, etc. Essas são algumas denominações que recebem os textos que são apresentados pela prova para dar subsídios e motivar a escrita da redação. Apesar de ter nomes diferentes, esses textos têm a mesma função: situar o aluno sobre o tema da proposta e fornecer elementos que o ajudem a refletir sobre esse tema.

Porém, ao corrigirmos as redações, percebemos que os alunos têm muita dificuldade de trabalhar com esses textos, possivelmente por não compreenderem como esse trabalho deve ser feito. É sobre isso que quero falar com você hoje, sobre como utilizar esses textos fornecidos pela prova de modo a enriquecer o seu texto e tirar uma nota alta em redação!

A primeira coisa que você deve saber é que copiar trechos desses textos não vai ajudá-lo a ter uma boa nota nesse critério, na verdade pode até prejudicá-lo. A prova não quer que você reproduza aquelas informações, ao menos não dessa maneira. O que ela quer é que você leia esses textos, que os interprete e reelabore de modo conectado com a sua discussão. Ou seja, a banca de redação deseja que o aluno se aproprie daqueles textos. Com certeza algum professor já escreveu isso na correção de alguma redação que você fez e provavelmente você ficou meio sem entender o que isso significa na prática, não é mesmo?

Então, para começar do começo, vamos ver o que significa essa palavra? De acordo com o Aulete digital, apropriar é “fazer-se dono de”; “tornar próprio”. Ainda parece abstrato? Bom, vamos pensar então em um objeto. Pense que na sua casa tem uma estante velha, parada, que nem usa e você está com pouco espaço no seu quarto, precisando de uma estante nova. O que você pode fazer? Você pode se apropriar dessa estante, reformá-la e dar um novo uso a ela. Se antes ela guardava livros, hoje ela poderá guardar sua coleção de miniaturas, por exemplo.

O mesmo acontece com os textos de apoio. Para que você se aproprie deles, você tem que tomá-los para si lendo cada um deles e interpretando-os, retirando as principais informações que podem ser utilizadas. Mas não é só isso, essas informações podem fazer com que você se lembre de outras, ampliando, assim, a fundamentação da sua argumentação. Uma boa dica é escrever em tópicos, com suas próprias palavras, as principais informações dos textos de apoio, assim você pode evitar a cópia, que às vezes parece irresistível ou inevitável.

Após identificar as informações dos textos de apoio você deve utilizar essas informações no seu texto para fundamentar sua argumentação. Isso porque na dissertação argumentativa não basta você dizer que X é Y, você deve provar essa afirmação por meio de raciocínios, exemplos, dados, fatos, notícias, etc. É nesse momento que você deve utilizar os textos de apoio.

Vamos fazer um exercício? Leia a proposta de redação do Enem 2014:

enem 2014_proposta de redação

 Vamos identificar o que os textos motivadores, como o Enem os chama, nos trazem.

O texto I é uma matéria retirada do site da BBC e ele tem como função apresentar a resolução que considera abusiva a publicidade infantil, mostrando a polêmica que ela gerou, quais são os atores envolvidos, o que cada lado defende, etc. Perceba que o texto ajuda especialmente aqueles alunos que não sabem nada a respeito do tema, pois traz informações valiosas. O aluno pode se basear nele para situar a questão em seu texto e pode também trabalhar com os argumentos daqueles que são contra a medida, dando, assim, sustentação à sua argumentação.

Já o texto II é uma imagem que mostra como alguns países lidam com a questão. Primeiramente você pode interpretar essa imagem reunindo os países que têm a mesma política em relação à publicidade infantil. Em seguida, você pode pensar o que mais esses países têm em comum e se você pode relacionar esses elementos culturais, digamos assim, com a questão da publicidade infantil em cada um desses conjuntos de países. A partir daí, você pode usar essas informações como exemplo de um argumento. Por exemplo, os três países que têm como política a autorregulamentação são Estados Unidos, Brasil e Austrália. Os três países são altamente consumistas e, ao menos Estados Unidos e Brasil têm altos índices de violência atrelados à desigualdade social. Você pode fazer uma comparação, mostrando que nesses países as crianças estão mais expostas à publicidade, logo, valorizam mais o consumo do que outros princípios e podem, quando não têm dinheiro, começar a praticar crimes para satisfazer essas necessidades de consumo, ao contrário do que ocorre no Canadá e na Noruega, em que a publicidade infantil é mais restrita e os índices de violência e desigualdade social são mais baixos. Isso é se apropriar do texto, percebe?

Escrever bastante é a única forma de tirar uma nota alta em redação. Clique e veja como começar!

O Texto III traz uma outra perspectiva, ele fala sobre como devemos preparar a criança para o consumo. Ele nos leva a pensar nos seguintes aspectos do problema: como a criança percebe a publicidade, que tipo de consumidor ela pode se tornar, como regular a publicidade para proteger a criança, enfim, várias questões que podem constituir os argumentos do seu texto.

Veja quantos elementos os textos de apoio trouxeram para se discutir a questão proposta! Mesmo um aluno que não sabia nada a respeito seria capaz de escrever uma redação sobre o tema, pois os textos não só deram informações, como provocaram a reflexão sobre outros aspectos do problema.

Por fim, jamais ignore os textos de apoio, pois, além de perder informações valiosas, você demonstra que não leu bem a proposta, o que também pode baixar sua nota em alguns processos seletivos, como nos vestibulares da Fuvest e da Unicamp.

Uma última dica é que você leia bastante na sua preparação para o vestibular e para o Enem, pois assim você constitui um repertório de conhecimento sobre as questões mais atuais, o que irá ajudá-lo a compreender os textos de apoio e a utilizá-los, estabelecendo relações pertinentes e bem fundamentadas.

Espero que vocês tenham entendido melhor esse importante aspecto da prova de redação.

Bons estudos e até a próxima!

Profa. Danusa

Treine redação online para o Enem em nossa comunidade gratuitaTenha seus textos corrigidos por membros da comunidade e melhore seu resultado semana após semana.