Olá, vestibulando!
Hoje vamos apresentar algumas questões que podem derrubar você na hora da prova. É muito importante dedicar-se à preparação para a redação, mas não deixe de lado o estudo de língua portuguesa. Faça muitos exercícios para ficar craque em interpretação de texto e no conhecimento do funcionamento da língua, para não escorregar em questões como as que apresentaremos a seguir:
 
Fuvest 2015 (Questão 6. Disponível em: <http://www.fuvest.br/vest2015/provas/fuv2015.2fase.dia1.pdf>. Acesso em: 1 dez. 2015.)
quadrinho
 
Nesta questão, a primeira coisa a ser feita era identificar que as traças estão falando uma variante linguística que não usamos no dia a dia, que não é comum, o que é explicado pelo rato, que afirma que as traças estão roendo a bíblia. Ou seja, como estão “comendo” a bíblia, as traças acabam utilizando a variante que é empregada nela. Até aqui bastava o conhecimento de mundo sobre a linguagem que é empregada na bíblia. Para resolver a segunda parte da questão, era fundamental que o candidato tivesse domínio da norma culta, pois, havia o risco de se confundir o português usual culto com o português usual coloquial. Veja como ficariam as duas frases: “Como foi o teu dia?”; “Queria que tivesse sido melhor.”.
 
Veja mais uma questão de prova:
 
Unicamp 2015 (Questão 1. Disponível em: <http://www.comvest.unicamp.br/vest2015/F2/provas/redport.pdf>. Acesso em: 1 dez. 2015.)questao
 
Perceba que esta questão cobra um conhecimento gramatical e a habilidade de interpretação. Na primeira parte, era necessário conhecer o processo de formação de palavras do português e identificar que, no caso de esculhambativo, trata-se de uma derivação sufixal, ou seja, do acréscimo do sufixo -(t)ivo para formar um adjetivo a partir do verbo esculhambar. Para chegar à resposta, seria interessante fazer uma comparação com palavras similares, como combativo (aquele que combate); colaborativo (aquele que colabora); vingativo (aquele que se vinga), etc. Na segunda parte, é necessário fazer um movimento interpretativo, identificando que “evento esculhambado” diz respeito a um evento bagunçado, desorganizado, já “evento esculhambativo” seria um evento que tem a intenção de esculhambar, no sentido de ridicularizar.
 
Você pode perceber por meio dessas questões que não é porque os vestibulares não cobram mais as inúmeras classificações gramaticais que as provas ficaram mais fáceis, pelo contrário. Hoje elas exigem mais raciocínio e mais conhecimento de mundo, além do conhecimento do funcionamento gramatical da língua. Então, fique atento! Faça exercícios de língua portuguesa para desenvolver a habilidade de interpretar textos e para compreender as estruturas gramaticais da língua em seu funcionamento.
 
Bons estudos e até a próxima!
Profa. Danusa

Treine redação online para o Enem em nossa comunidade gratuitaTenha seus textos corrigidos por membros da comunidade e melhore seu resultado semana após semana.