Olá, vestibulando!

Certamente você já ouviu dizer que a clareza é uma das características de uma boa dissertação. Na verdade, não só de uma dissertação, mas de bons textos, em seus mais variados gêneros. Será que você sabe lidar com a clareza quando estuda e escreve seus textos? Talvez os textos literários possam fugir um pouco à regra, por serem textos mais livres à interpretação, o que não é o caso da dissertação.

Na dissertação, a clareza vem de outro requisito importante: a objetividade. Afinal, a dissertação é um texto argumentativo, no qual deve-se defender um ponto de vista a partir de argumentos, tudo isso em um espaço relativamente curto, apenas 30 linhas. Daí decorre a objetividade e, por consequência, a necessidade de ser claro.  

Tudo isso parece um pouco óbvio, mas não é. A falta de um projeto de texto faz com que o aluno, muitas vezes, esqueça de explicitar pontos importantes das ideias que desenvolve, tornando o texto confuso ou ainda cheio de lacunas. Percebemos as lacunas sempre que lemos uma afirmação ou argumento e ficamos nos perguntando por que o autor afirma aquilo, o que ele quis dizer com isso, qual é a relação dessa afirmação com esse tema, o que a justifica, etc. Por isso, é fundamental que se procure ser claro ao longo de todo o texto, pois assim o leitor pode seguir o seu raciocínio, entender o seu argumento e, quem sabe, concordar com ele.

Você pode estar pensando: “Mas o leitor da minha dissertação é o corretor, ele sabe do que estou falando no texto.”. Este é outro equívoco que provoca a falta de clareza. Você tem que encarar a redação como um texto autônomo, que será lido por alguém que não conhece a prova. Dessa forma, você deve deixar tudo o mais claro possível, contextualizando o leitor, explicitando as relações que estabelece, demonstrando seu raciocínio, provando seu argumento, ilustrando as suas ideias com exemplos, etc., para que não haja as lacunas de que falamos acima.

Como você pode fazer isso? Você pode se guiar pelos seguintes questionamentos: Como? Por quê? De que forma? Qual é a implicação disso?, etc. Dessa maneira, você conseguirá perceber as informações que faltam e se seus argumentos estão mal ou pouco explicados/desenvolvidos.

Outra dica importante é deixar para ler a redação com uma distância de tempo de quando você a escreveu. Fazer isso é muito bom para quem quer estudar redação de forma eficaz! Isso porque quando lemos a redação logo depois que a escrevemos, as ideias estão fresquinhas na nossa cabeça e não conseguimos perceber que há lacunas ou pontos difíceis de serem compreendidos. Fazendo isso, você poderá perceber o que está errando e o que precisa desenvolver mais, aprimorando, assim, a sua escrita.

Então bons estudos e mãos à obra!

Profa. Danusa

Treine redação online para o Enem em nossa comunidade gratuitaTenha seus textos corrigidos por membros da comunidade e melhore seu resultado semana após semana.