Olá, vestibulando
Dando sequência à análise das competências exigidas na correção da redação do Enem, hoje vamos observar como funciona a competência II, cujo descritor, de acordo com o Guia do Participante de 2013, é compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa; ou seja, falaremos hoje sobre Tema e Gênero.
 
databaseComo podemos observar, nesse critério serão avaliados dois elementos principais: o trabalho com o tema proposto e a execução do texto dissertativo-argumentativo. Por isso, vestibulando, fique atento. A boa estruturação do texto é fundamental! Além disso, com relação à temática proposta, é preciso ir além do previsível. Não se restrinja às informações da coletânea, tampouco copie trechos dela. Vá além, dialogando com exemplos que fazem parte de sua formação discursiva, dos seus conhecimentos de mundo, mostrando que você entendeu tão bem o tema a ser discutido que se lembrou de várias informações interessantes que podem exemplificá-lo.
 
conceptPara que o texto fique realmente consistente, planeje sempre o que você vai escrever. Isso mesmo, pense no projeto de texto, pois isso ajudará muito a boa execução da escrita. Leia o tema com atenção, reflita sobre o que você conhece a respeito, estabeleça um ponto de vista a ser defendido e, a partir disso, selecione bons argumentos em prol dessa defesa. Isso é importante para a boa escrita da redação, mas também para que você não desvie a argumentação do tema proposto. Lembre-se de que fuga ao tema ou fuga ao gênero proposto são faltas graves que vão zerar sua redação!
 
Vejamos como são divididas as notas dessa competência:

  • 200 pontos: Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo, e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo.
  • 160 pontos: Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão.
  • 120 pontos: Desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão.
  • 80 pontos: Desenvolve o tema recorrendo à cópia de trechos dos textos motivadores ou apresenta domínio insuficiente do texto dissertativo-argumentativo, não atendendo à estrutura com proposição, argumentação e conclusão.
  • 40 pontos: Apresenta o assunto, tangenciando o tema, ou demonstra domínio precário do texto dissertativo-argumentativo, com traços constantes de outros tipos textuais.
  • Zero ponto: Fuga ao tema/não atendimento à estrutura dissertativo-argumentativa.

 
Depois de ler os itens anteriores com atenção, algumas considerações são necessárias. Note, vestibulando, que para chegar aos 200 pontos, você deve, além de escrever um texto dissertativo-argumentativo que discorra sobre o tema, apresentar repertório sociocultural produtivo, isto é, deve trazer para a discussão informações que você tenha pensado em acrescentar no texto, externas às da coletânea. Portanto, fuja do senso comum, leia bastante e atualize-se!
 
pencilAlém disso, pratique sempre, porque essa é uma das maiores dificuldades que os alunos encontram ao escrever uma dissertação, a de recorrer a um repertório diversificado de informações. E isso não significa, caro aluno, que você terá que citar grandes filósofos em sua composição. Esse repertório pode ser encontrado nas mais diversas áreas do conhecimento, como Arte, Literatura, Biologia, Geografia, Sociologia, História, entre outras.
 
geo_fence_filledOutro ponto a ser analisado é o que chamamos de tangenciar o tema. Muitos candidatos, ao invés de abordarem o tema, permanecem discorrendo apenas sobre o assunto, o que diminui consideravelmente a nossa nessa competência. Por exemplo, se o tema é “A violência contra a mulher”, tratar apenas da “violência” como um todo é um tipo de tangência, já que aborda somente um dos itens que compõem o tema. Então, cuidado! Leia sempre o que é pedido com muita atenção.
 
Você já tentou analisar seus próprios textos, vestibulando? Não?! Que tal começar a fazer isso agora mesmo? Você já conhece dois critérios importantes; tente, então, toda vez que produzir uma redação, verificar se está cumprindo tudo o que é exigido em cada um deles.
 
Bons estudos e até a próxima!
Profª Aline

Treine redação online para o Enem em nossa comunidade gratuitaTenha seus textos corrigidos por membros da comunidade e melhore seu resultado semana após semana.