Olá vestibulando!

Continuando a nossa série, hoje falarei um pouco da prova de português da Fuvest. Minha intenção é dar um panorama geral dessa prova para que você possa focar seus estudos, caso a Fuvest esteja entre suas opções de vestibular. Na verdade, algumas coisas que vou mostrar aqui têm sido uma constante nos vestibulares em geral, como o fato de as questões sobre gramática não exigirem mais um conteúdo memorizado (um conjunto de regras), mas a compreensão do funcionamento gramatical das palavras de modo situado em um texto, o que é resultado de uma nova perspectiva sobre o ensino de língua.

O conteúdo de língua portuguesa é cobrado nas duas fases desse vestibular, de maneira mais ou menos parecida, exceto pelo fato de que na primeira fase as questões são de múltipla escolha, enquanto na segunda elas são dissertativas.

Na primeira fase, observamos uma configuração similar à da prova da Unesp que mostramos na semana passada: o uso de textos, imagens, charges e tirinhas como textos de apoio para mais de uma questão. Assim, com base em pequenos textos, a Fuvest cobra do candidato interpretação de texto (equivalência de sentido, ambiguidade, homonímia, qual é a ideia presente no texto, o significado de certa palavra ou expressão no texto, relação semântica entre as palavras, etc.), intertextualidade (a relação entre os textos da prova), gramática (reescrita de frases, funcionamento de palavras gramaticais) e variedade linguística (oralidade/escrita; informal/formal).

Na segunda fase, observamos a abordagem dos mesmos aspectos, porém, exige-se um trabalho maior do candidato quanto à interpretação de texto. Você deve dar uma atenção ainda maior a essa prova, pois agora você deve escrever a resposta e deve fazer isso de maneira clara e objetiva, para que não seja mal compreendido e, consequentemente, penalizado. Em geral, observamos que cada uma das seis questões da segunda fase traz uma pergunta sobre o texto e outra pergunta que avalia o conhecimento de gramática e de registro do candidato. Esta não é uma regra, mas parece ser uma constante dessa prova. Observe o esquema que fizemos do vestibular 2015 (http://www.fuvest.br/vest2015/provas/fuv2015.2fase.dia1.pdf):

Q1- notícia (texto + imagem): a) efeito de sentido = imagem + texto (int); b) indicar duas expressões da língua falada presentes no texto, como pra.

Q2- trecho de texto jornalístico: a) sentido (int); b) reescrita da frase-problema (gram).

Q3- trecho de notícia: a) relação de sentido (int); b) reescrita (gram)

Q4- texto publicitário: a) duplo sentido (int); b) conhecimento de mundo.

Q5- texto jornalístico: a) texto; b) texto.

Q6- tirinha: a) interpretação; b) reescrita (gram/registro).

Perceba a ênfase dada pela prova a questões de sentido e de interpretação de texto, assim como a variedade de gêneros textuais utilizados. Isso nos mostra a importância da leitura na sua preparação para o vestibular, pois ela ajuda a desenvolver as habilidades de interpretação, bem como a conhecer diferentes gêneros. Então não descuide dos estudos da gramática, procure sempre pensá-la em seu funcionamento nos diferentes textos, e invista bastante na leitura e nos exercícios de interpretação de texto! Isso o ajudará muito no vestibular.

Bons estudos e até a próxima!

Profa. Danusa

Treine redação online para o Enem em nossa comunidade gratuitaTenha seus textos corrigidos por membros da comunidade e melhore seu resultado semana após semana.