Quer aprender mais e melhor? O segredo é a constância!

16 set 2021 | Blog, Estratégias e Técnicas de Estudo | 0 Comentários

Estudar para o vestibular não é tarefa fácil, não é mesmo? Além de todo o conteúdo que precisa estar na ponta da língua, ainda é preciso administrar a ansiedade, os medos, a autossabotagem que insistem em atrapalhar tudo. Diante disso, quem nunca sonhou em ser como o Super-Homem e, a distância e em uma fração de segundo, ler um livro inteiro? A junção de visão telescópica com super velocidade é coisa que só existe mesmo na ficção. Nós, meros mortais, não aprendemos de uma hora para outra. Por isso, a lição do dia escolhida para te apoiar nesse momento é: o que é preciso para otimizar os estudos e aprender de verdade é constância.

No Dicionário Online de Português, a palavra “constância” possui muitos significados. Nas definições apresentadas, três palavras se destacam: assiduidade, persistência e continuidade. É como escovar os dentes. Passamos algum dia sem escovar os dentes? Eu espero que não! 😉 Ao mesmo tempo, temos horários para isso, não é? E técnicas também. Se escovarmos com muita força, podemos nos machucar. Se não escovarmos, as consequências negativas podem ser inúmeras. A mesma coisa acontece com os estudos. É necessário encarar o aprendizado como uma atividade que se faz dia a dia e não uma vez ou outra. É fundamental também encarar os estudos como um compromisso. E, por fim, é preciso conhecer e pôr em prática técnicas que ajudem a alcançar nossos objetivos.

Com o objetivo de ajudar você nessa tarefa, elencamos algumas dicas. Segue a trilha 😊: 

  • Você trabalha TAMBÉM ou SÓ estuda?”. Quem se dedica integralmente aos estudos se depara constantemente com essa pergunta. A questão central é: estudar é um verbo de ação, que exige de quem o pratica muito esforço e dedicação. Por isso, dá trabalho, é trabalho. As horas que você dedica à aprendizagem são tão valiosas quanto as que você dedica a outros ofícios. A primeira dica, então, é: sempre valorize o seu trabalho. 
  • Outra questão importante é: Você já viu alguém trabalhar de pijamas? No cenário pandêmico em que estamos vivendo, muita gente passou a trabalhar de casa e, por isso, a discussão a esse respeito foi levantada. Por mais que pareça engraçado termos essa possibilidade, fazer isso não ajuda em nada na manutenção de uma rotina, ou seja, não ajuda na constância de que tanto falamos aqui. A Revista Exame entrevistou André do Val, consultor de estilo masculino, e ele ressaltou a importância de manter uma vestimenta condizente com a atividade que estiver sendo realizada (leia a reportagem completa em: https://exame.com/casual/de-pijama-no-home-office-de-jeito-nenhum/). É claro que, para estudar Português, Redação ou outra matéria, não é necessário vestir ternos, vestidos longos ou afins. Roupas leves e confortáveis são mais do que suficientes. Assim, a segunda dica da vez é: tire o pijama para estudar.
  • Um terceiro ponto relevante diz respeito ao horário dedicado aos estudos. A Biologia nos prova que somos seres rotineiros. Temos “relógio biológico”, que regula as atividades do nosso organismo, como dormir ou acordar, ter fome ou sede. Quando desrespeitamos os limites do nosso próprio corpo, a tendência é de que as coisas desandem. No que diz respeito aos estudos, sabemos que o desafio maior é articular o tempo dedicado à leitura às demais atividades, ou seja, aos demais trabalhos. Por isso, só você vai poder dizer qual é o melhor horário para encaixar essa atividade. O fundamental é pensar na rotina da sua casa, planejar-se e seguir a outra dica que trazemos: tenha horário para estudar.
  • Você é do tipo que estuda na cama, no sofá, no puff? Diversos estudos apontam que misturar os ambientes que usamos para dormir, descansar, relaxar, com os que usamos para estudar não é algo bom. É relevante construir um local de estudo calmo, silencioso e funcional, isto é, que tenha tudo o que você precisa para se concentrar, estudar e aprender. Caso não haja esse espaço na sua casa, dirigir-se a uma biblioteca pode ser uma boa opção, já que é um local propício a evitar distrações. Para quem lida bem com estudos em grupo, estudar na casa de um amigo ou até mesmo criar um pequeno grupo dedicado à tarefa de aprender é outro caminho válido, desde que haja comprometimento de todas as partes. A quarta dica, portanto, é: tenha um local adequado para estudar.

  • O quinto tópico aqui levantado, diretamente articulado ao anterior, considera a importância da continuidade. Se não são dois agachamentos que vão nos levar à perna torneada que tanto desejamos, também não são dois minutos de estudo, de quinze em quinze dias, que vão nos levar à aprovação que buscamos. A quinta dica é fundamental: estude todos os dias. 
  • Sabe quando você planeja subir o Everest ou o Monte Roraima nas próximas férias? Ou quando abre a agenda ou planner da semana e traça como meta correr tantos quilômetros, ler um livro inteiro de História do Brasil, cumprir ‘x’ horas de trabalho e estudos, e isso tudo só na segunda-feira? Nada contra metas elevadas, mas, para chegarmos a esse patamar, é preciso muito preparo. Antes das grandes metas, devem vir as metas possíveis. Quando fazemos planos de estudos que nunca conseguimos cumprir, bate o desânimo e a frustração. Sentimo-nos falhos. Ninguém merece se sentir assim. Por isso, organize-se para estudar cada dia uma parte de uma matéria importante. A dica da vez é: planeje os seus estudos. 
  • Por fim, e não menos importante, nos tempos duros em que estamos vivendo, alegrar-se com as vitórias, por pequenas ou grandes que sejam, faz-se mais do que fundamental; é vital. Se a nota que você tirou em uma avaliação foi maior do que na avaliação passada, comemore! Se hoje você conseguiu se concentrar um pouquinho mais e rendeu nos estudos, vibre! Se as dicas aqui apresentadas ajudaram você a estudar melhor, celebre! Isso vale também para as conquistas de quem convive com você. Se tem algo que essa pandemia nos ensinou é que a dor do outro é a nossa também. O mesmo aprendizado vale para as alegrias. A última dica, então, é: valorize as pequenas vitórias!

Exercer a leitura, análise e reflexão de maneira assídua, contínua e persistente, isto é, com constância, é o melhor caminho para aprender sem traumas. Força nos estudos e conte conosco para o que precisar!

Método Redação Definitiva para o Enem

Z

Correções de redação feitas por professores experientes

Método de escrita completo em vídeos curtos e didáticos

Cadernos Temáticos semanais para você construir repertório sociocultural

u

Tira-dúvidas com os professores e suporte especial

Acesso por 1 ano. Veja as aulas quantas vezes quiser e envie suas redações dentro do período de acesso.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.