o que a redação do vestibular avalia?

Fico pensando em como o vestibular é uma etapa muito importante na vida de um jovem brasileiro. A escolha dos cursos e das universidades é decisiva e dá início a todo um projeto de vida. A responsa é grande, não é mesmo? Ficamos anos e anos indo para o colégio, ouvindo as orientações dos pais e professores e quando chega a época das provas, a pressão aumenta e temos que dar conta de todas essas disciplinas, mais a redação. Isso sem pensar na concorrência, no número de candidatos por vaga, nas notas de corte, e uma outra infinidade de fatores.

No entanto, o vestibular não é um exame que avalia  apenas conhecimento de conteúdo. Sai na frente aquele que consegue administrar o estresse e manter o foco em meio a toda pressão externa. O vestibular, apesar de avaliar os candidatos de forma limitada, é uma verdadeira prova de maturidade. A redação, por sua vez, é a oportunidade que o vestibulando tem para aplicar suas habilidades mais desenvolvidas. Não é à toa que a redação tem um peso muito grande para a pontuação final.

Deparar-se com a folha em branco da proposta de redação pode ser angustiante, mas você pode encarar a redação como um espaço para expor suas opiniões e capacidades caso tenha se preparado para isso. Por isso, precisamos saber com clareza: afinal, o que avalia a redação do vestibular?

 

  1. Perfil do candidato.  O vestibular é um exame que avalia não somente o domínio de um conteúdo determinado, mas também se você está bem preparado para encarar a faculdade. Expressar suas ideias com uma boa argumentação, mostrar que conhece os fatos importantes da história e da sociedade atual e propor soluções ou reflexões são exemplos de que você está pronto para prosseguir. Quando estiver estudando para as provas, lembre-se sempre que você está se preparando para as responsabilidades que vai ter que assumir na vida universitária também, de acordo com cada área: apresentação de trabalhos, estudos de campo, elaboração de projetos. Não poupe a sua redação de bons argumentos e mostre ao avaliador que você é capaz de debater qualquer assunto com seriedade.

 

  1. Competências gerais. O vestibular não consegue avaliar os candidatos individualmente com profundidade, principalmente nas provas de múltipla escolha. Portanto, as questões discursivas e a redação também são excelentes oportunidades de evidenciar habilidades, como lógica, argumentação, organização, persuasão, entre outras. Às vezes, seu conhecimento em outras disciplinas podem ser utilizados na redação, seja para informar o leitor, ou mesmo construir um argumento.

 

  1. Escrita. O conteúdo deve estar na ponta da língua e na ponta do dedo. Quer dizer, nada adianta devorar os livros, mandar bem no gabarito e não conseguir desenvolver uma boa redação. Ter boas ideias ajuda, mas também não é suficiente. Falo sempre aqui no blog que a escrita é uma habilidade que se constrói a base de treino e estudo também. Não deixe de incluir a redação como disciplina a ser trabalhada para o vestibular. Os avaliadores querem saber se você conhece e é capaz de produzir diferentes tipos de texto.

 

  1. Domínio da língua e da norma culta. Não quero puxar brasa para a minha sardinha* (se esta expressão é muito antiga para você, veja o que ela significa no final do post!), mas é fato que a língua, no nosso caso o português, é a disciplina central para todas as provas. A leitura dos enunciados de todas as matérias exige uma boa compreensão e interpretação do que está escrito. Além disso, as questões discursivas pedem uma resposta escrita com clareza e objetividade. No caso da redação, os avaliadores querem saber se você domina a variedade culta da língua portuguesa, aquela que é privilegiada na escola. O uso da gramática normativa é essencial e todo desvio à essa norma deve ser justificado com o uso de aspas ou deve a aparecer como forma de depoimento de alguém ou num diálogo entre personagens.

 

Espero que o post de hoje tenha sido útil para te ajudar a entender o que será cobrado de você e dos seus concorrentes no vestibular. Você pode aprender muito mais sobre redação para vestibulares e Enem com a EscreverOnline. Bons estudos e foco sempre!

 

Um abraço

 

Professora Flávia

 

* “puxar brasa para a sua sardinha” ou ainda “puxar sardinha para o seu lado”: (1) defender seus próprios interesses; (2) justificar algo que é de seu interesse. 

Treine redação online para o Enem em nossa comunidade gratuitaTenha seus textos corrigidos por membros da comunidade e melhore seu resultado semana após semana.