Olá a todos! Como em todos os anos, nossa equipe de professores traz uma análise do tema de redação do Enem do ano corrente, no dia da prova. Vamos lá?

O tema do Enem deste ano, Desafios para a formação Educacional de Surdos no Brasil, assim como nos anos anteriores, trouxe uma problemática social que demanda a implementação de políticas públicas e ações sociais para solucioná-la. Esse tema tem o foco na educação voltada para a comunidade surda, sendo necessário mostrar os desafios sociais enfrentados por esta comunidade e por aqueles que estão envolvidos com sua educação, bem como pensar em soluções para esses desafios.  Podemos dizer que muitos foram surpreendidos por um tema que aborda algo tão específico, voltado para uma comunidade específica, porém o assunto é de extrema importância para a nossa sociedade, haja vista os programas de inclusão de alunos especiais nas escolas.
Mas, quais seriam esses desafios? Para aqueles que não têm contato com a comunidade surda, o desafio consiste apenas no fato de que os surdos não podem ouvir, o que se torna um empecilho para assistir as aulas. No entanto, a questão é bem mais complexa, pois envolve preconceito, desrespeito em relação à deficiência e dificuldade de políticas de inclusão, por exemplo. Se eles não ouvem, como eles podem aprender as palavras, a se comunicarem com os outros? Como eles aprendem a significar o mundo e a se significar enquanto sujeitos? Para alguns, a resposta consistem em ensinar a Libras – Língua Brasileira de Sinais -, mas quantas pessoas conhecem essa língua para ensinar uma criança surda a se comunicar por meio dela com interlocutores que sejam fluentes nessa língua? Todas essas perguntas enfatizam os desafios da formação educacional para os surdos, mas também são importantes para pensarmos em possíveis soluções para o problema.
Os textos de apoio foram fundamentais para que os candidatos pudessem desenvolver o tema com maior profundidade e articulá-los com os seus conhecimentos de mundo. O Texto I trazia o trecho da Constituição que tratava do direito à educação das pessoas com deficiência: a educação inclusiva. O candidato poderia aproveitar esse texto e relacionar com a dificuldade que há para implantar, de fato, o programa para de educação inclusiva em todas as escolas, principalmente nas públicas. Pode-se argumentar que há falta de profissionais qualificados, principalmente no que diz respeito aos surdos, pois estes precisam de intérpretes de Libras em todas as aulas, o que não é disponibilizado em grande parte das escolas.
O Texto II apresentava um gráfico mostrando a evolução das matrículas de alunos surdos na educação básica. Esse gráfico nos permite algumas leituras. Uma delas é que os surdos ou suas famílias sempre procuraram mais a educação comum (educação inclusiva) que a educação especial. Uma hipótese para isso é o fato de não existir muitas escolas especializadas no ensino para surdos, por isso é necessário investir em projetos de inclusão nas escolas de educação comum – olha mais uma dica de proposta de intervenção, aí! Uma outra leitura possível do gráfico é de que está havendo decréscimo no número das matrículas de alunos surdos, tanto em escolas comuns quanto em escolas de educação especial. Uma hipótese para esse decréscimo, principalmente nas escolas comuns, pode estar relacionado com uma certa desmotivação em relação à escola, por esta não conseguir incluir, realmente, o sujeito surdo em suas práticas educativas.
O Texto III tratava-se de uma propaganda. O conteúdo da propaganda, diferente dos outros textos não trazia a questão do desafio da educação como ponto principal, mas sim a dificuldade de os surdos se inserirem no mercado de trabalho após estarem formados, ou seja, falava do preconceito enfrentado por essas pessoas. Esse excerto poderia ser articulado com o gráfico referido acima, mais especificamente com a segunda leitura do gráfico, que mostra uma queda nas matrículas dos surdos tanto na educação comum quanto na especial. O fato de eles não serem inseridos no mercado de trabalho pode causar um certo desânimo para os estudos, justificando, assim, tal queda.
Por fim, o Texto IV traz o momento em que a educação para surdos foi implantada no Brasil, com a implementação do INES – Instituto Nacional de Educação para Surdos. Ademais, neste excerto, há a informação sobre a aprovação da Libras, pelo congresso, como segunda língua oficial no Brasil, bem como a obrigatoriedade da promoção e difusão do uso de Libras em serviços públicos, o que mostra que há já atitudes sendo tomadas, mas que precisam ser mais enfatizadas. Aliás, esse excerto, em conjunto com o excerto I, pode contribuir para elaboração da proposta de intervenção.
Todos os textos da coletânea servem para que o candidato tenha uma ideia melhor do recorte a ser feito nesta proposta. Esses textos podem servir como um guia para que os alunos articulem com os seus conhecimentos adquiridos ao longo da formação. Um livro interessante cujas ideias poderiam ser incorporadas à argumentação é Ouvindo Vozes, de Oliver Sacks. Nele, o autor, dentre todas as questões que envolve a comunidade surda, dá ênfase ao processo educativo e, principalmente, a dificuldade em se adquirir a linguagem de sinais por não haverem muitos que se comunicam por meio dela.
Nesta breve análise, focamos em discutir os textos da coletânea, pois eles permitem pensarmos em diversos caminhos para esse tema: o preconceito que os surdos sofrem no processo educacional e de inserção no mercado de trabalho; a má qualificação dos profissionais da área de educação para se trabalhar com surdos; a ainda precária implantação da Libras nos cursos de Licenciatura, entre outros.
Neste texto, mostramos apenas alguns caminhos da redação do Enem. Caso não tenha trabalhado os textos como propusemos, não significa que você tenha ido mal. Fique tranquilo! O importante é que você tenha tratado dos desafios de forma madura e profunda e apresentado propostas de intervenção possíveis de serem realizadas, seja pelo governo, pela escola, pela mídia ou pelos indivíduos de uma forma geral!
Por fim, tenho a dizer que, apesar de ser um tema complicado para muitos, ele foi lindo devido às reflexões que ele demanda!

Treine redação online para o Enem em nossa comunidade gratuitaTenha seus textos corrigidos por membros da comunidade e melhore seu resultado semana após semana.