Olá, Vestibulando!

Você se sente perdido em meio a tantos elementos coesivos que o seu professor insiste para que sejam aplicados na produção de redação para o ENEM? Ou simplesmente já trocou o sentido de um elemento coesivo por outro, comprometendo o sentido do texto? Já teve a sensação de que estes elementos nunca vão entrar na sua cabeça? Não se desespere! Para todo problema, existe uma solução! Vamos mostrar hoje como é possível trabalhar a coesão no texto para o ENEM sem complicações.

Mas, afinal, do que se trata a coesão? A coesão nada mais é que o uso devido dos elementos coesivos, isto é, das conjunções, dos pronomes, das preposições, que auxiliam, na superfície textual, a construir sentido entre as várias partes do texto. Veja o exemplo a seguir:

Maria ficou cansada, apesar de ter ido à praia descansar.

Neste exemplo, a conjunção “apesar de” ajuda a construir uma relação de sentido entre as orações. Esta relação indica que o objetivo inicial da Maria era descansar, mas acabou ocorrendo o contrário ao ter ido à praia.

Em primeiro lugar, é importante considerar que há uma ampla gama de elementos que vão permitir a construção da coesão na redação para o ENEM, mas não é possível saber todos eles memorizados, porque temos nossas limitações. Imagine se você tivesse a capacidade de armazenar o conteúdo de uma gramática inteirinha em sua cabeça, quanto espaço seria utilizado, mas poderia faltar para outras informações importantes, não é mesmo? Por isso temos o livro para consultar as dúvidas.

Na hora “h”, ou seja, hora de produzir o seu texto para valer no ENEM, não temos como consultar nenhum livro, e aí temos que ter os recursos coesivos bem armazenados na cabeça mesmo, pois vamos ter condições de produzir uma redação com a variedade no uso dos elementos e ao mesmo tempo no devido lugar, para gerar o sentido que auxilie na construção da nossa argumentação. Mas isso não significa que precisamos saber todos que estão na gramática, ok?

Para pôr a mão na massa e começar a trabalhar com a coesão na redação para o ENEM, você vai precisar de uma lista com os principais ingredientes, ou seja, os principais elementos de coesão textual. As conjunções são as mais famosas, mas não são os únicos recursos de que dispomos para promover o encadeamento das partes do texto. Você sabia que os sinais de pontuação também são elementos de coesão? Vamos ver um exemplo:

Peço, Maria, que me ouça!

 

Peço à Maria que me ouça e parece não adiantar nada.

Na primeira oração, entende-se que alguém fala diretamente à Maria, pelo fato de estar entre vírgulas, que marcam o vocativo nestas construções. Já na segunda, alguém está falando da Maria, pois não há marca de vocativo. Apesar da estrutura semelhante, há diferenças de sentido, e a vírgula marca uma delas como um conectivo.

Agora vamos ver como as conjunções trazem sentidos diferentes para um mesmo trecho de texto. Por isso é importante não escorregar na hora de utilizar estes elementos, pois são fundamentais para estabelecer a coesão textual. Veja:

Nos últimos anos, o Brasil tem apresentado índices elevados de evasão em cursos EAD. As empresas do setor têm se preocupado em buscar metodologias mais dinâmicas e que envolvam o interesse dos alunos. Contudo, tal problema poderá ser resolvido por meio de parcerias entre a iniciativa pública e o empresariado, na busca pelo desenvolvimento de novas técnicas de ensino e de aprendizagem.

Neste trecho, o uso da conjunção contudo, que possui sentido adversativo, isto é, contrário ao que se falou anteriormente, não caiu bem. Isso porque o que se afirma após a conjunção é uma conclusão a respeito do tema, então é necessário o uso de uma conjunção conclusiva. Veja a diferença:

Nos últimos anos, o Brasil tem apresentado índices elevados de evasão em cursos EAD. As empresas do setor têm se preocupado em buscar metodologias mais dinâmicas e que envolvam o interesse dos alunos. Logo, tal problema poderá ser resolvido por meio de parcerias entre a iniciativa pública e o empresariado, na busca pelo desenvolvimento de novas técnicas de ensino e de aprendizagem.

No início, é bom fazer uma lista mesmo, com algumas dessas conjunções e seus significados, e à medida que for assimilando de cabeça, é possível usar a própria lista mental, sempre pensando na melhor forma de articular as conjunções às ideias do texto. Com disciplina e estudo orientado, seu resultado na redação para o ENEM só poderá ser a aprovação! Organize os elementos coesivos e comece a aplicar o uso também no dia a dia, para ficar mais fácil lembrar na hora da prova. Assim como uma boa receita precisa dos ingredientes na medida certa, uma boa construção coesiva precisa de recursos na dose certa, sem exageros nem faltas. Em um futuro texto, vamos tratar dos elementos referenciais, que também fazem parte dos recursos coesivos! Fique atento!

 

Treine redação online para o Enem em nossa comunidade gratuitaTenha seus textos corrigidos por membros da comunidade e melhore seu resultado semana após semana.