Já ouvi muitas histórias de professores de cursinho ou de terceiro colegial que ficam tentando adivinhar o tema que vai ser abordado na redação dessa ou daquela universidade. Quando prestei vestibular isso me parecia algo bastante interessante, era como se eu tivesse uma vantagem em relação aos outros. Então, quando lia uma matéria de algum especialista em redação dizendo que poderia cair o tema tal do jeito tal, eu logo procurava saber mais sobre o assunto.

Com o passar do tempo, depois de estudar bastante sobre redação e estando agora do outro lado, não como aluna, mas, como professora, vejo que isso pode ser um erro muito grande. O professor que tenta adivinhar o tema pode tirar do aluno uma autonomia de pensamento. É como se contássemos em parte com a sorte para obtermos sucesso na redação. “Se calhar de o tema que o professor falou ser o mesmo do vestibular, daí eu vou bem” ou “Eu fui bem porque o professor acertou o tema”. Não necessariamente isso é verdade. Você pode saber tudo sobre um assunto, mas se expressar mal, articular ideias de forma confusa e, portanto, tirar uma nota mediana na redação.

Não seria mais prudente, então, ao invés de contar com a sorte, se preparar para enfrentar qualquer tema na prova? Isso não é um convite a ser pretensioso, mas é uma convocação ao preparo. Sabemos que nos vestibulares somente caem assuntos relevantes à sociedade. Ora, se você está inserido nela e se esforça minimamente para se inteirar dos problemas e polêmicas que estão acontecendo, ninguém melhor do que você para ter uma ideia do que pode cair de tema do vestibular. Em um texto anterior falamos que a redação é mais que conhecimento puro. Conhecer o tema pode ajudar, é claro, mas não é garantia de que você vai escrever um bom texto, pois há uma série de outras variáveis para se escrever uma boa redação.

Não confie na sorte e nem no “chute” de alguém que não vai fazer a redação do vestibular por você. Na hora da prova, é você e o papel. Se o tema for fácil, é fácil para todo mundo. Se for difícil, é difícil para todo mundo. O grande diferencial é o quanto você está preparado, venha o que vier. Ter sorte no vestibular é excelente, mas nem sempre ela está do seu lado. Com muito treino e estudo, porém, você faz a sua própria sorte. Isso lhe garante muito mais tranquilidade e confiança para fazer uma prova tão importante para sua vida.

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais. Passe adiante informação gratuita e de qualidade! Até a próxima semana! 

 

Treine redação online para o Enem em nossa comunidade gratuitaTenha seus textos corrigidos por membros da comunidade e melhore seu resultado semana após semana.