Olá vestibulando!

 

Hoje vamos falar sobre uma questão que gera muita dúvida entre os alunos: a diferença entre tema e assunto. Na correção de redações, observamos com frequência que os alunos têm bastante dificuldade em compreender qual é o tema solicitado pela proposta, muitas vezes fugindo totalmente do que foi pedido. Isso pode ser explicado pelo fato de os alunos não terem desenvolvido as habilidades de recortar e selecionar informações ou ainda porque eles leem a prova apressadamente. Por isso, hoje vamos mostrar a diferença entre assunto e tema.

 

O assunto é amplo, global, e envolve diferentes temas. Já o tema é justamente um recorte de determinado assunto, uma perspectiva sobre ele. Para que você entenda isso melhor, vamos analisar a proposta de redação do Enem 2014:
http://download.inep.gov.br/educacao_basica/enem/provas/2014/CAD_ENEM_2014_DIA_2_05_AMARELO.pdf.

 

O tema da redação nesse ano foi: Publicidade infantil em questão no Brasil. Olhando apenas para este enunciado, poderíamos pensar que este pode ser um recorte de vários assuntos: publicidade, consumo, publicidade no Brasil, publicidade infantil, etc. Perceba que os assuntos são sempre muito amplos, o que dificultaria o estabelecimento de critérios para avaliar as redações de maneira objetiva. Daí a importância de se definir um tema, um recorte de um assunto amplo.

 

Perceba que este tema é constituído por dois recortes: [Publicidade [infantil] em questão [no Brasil]]. Assim, para cumprir este tema de maneira satisfatória, era fundamental que se considerasse estes dois aspectos: infantil e no Brasil. Logo, o aluno que escreveu sobre publicidade (em geral), publicidade infantil ou publicidade no Brasil tangenciou ou fugiu do tema, dependendo do que definia a grade de correção. Isso porque a intenção da prova era avaliar o que o candidato sabe e pensa sobre a relação entre a publicidade e as crianças no Brasil, e não no mundo ou em outros países específicos, e como ele se posiciona sobre esta relação. Ou seja, cabia discutir neste tema: como essa relação é tratada hoje no Brasil, como é feita a regulamentação desse tipo de propaganda, como a sociedade civil enxerga esse tipo de propaganda, como ela pode influenciar no comportamento das crianças, como o que ocorre nos países que aparecem no gráfico pode ser relacionado ao que ocorre no Brasil (como esses dados podem ser interpretados), etc. Apesar desta ter sido uma proposta um pouco mais aberta, que possibilitava a abordagem a partir de diferentes enfoques, ela continua a ter um tema, um recorte que deveria ser obedecido.

 

Mas, você pode estar se perguntando: o que devo fazer então para não fugir do tema e ir parar no assunto? Primeiramente, você deve ler com atenção o enunciado motivador e os textos de apoio, destacando o recorte dado pela proposta. Em seguida, você deve iniciar o seu projeto de texto, conhecendo a estrutura, definindo a sua tese e os argumentos para defendê-la. Ao final releia o texto para se certificar de que você não se empolgou e acabou falando de coisas que não estavam no seu projeto e que não cabiam no recorte temático.

 

Seguindo esses passos, certamente você conseguirá desenvolver o tema de modo apropriado, sem cruzar a fronteira entre ele e o assunto do qual faz parte.

 

Até a próxima e bons estudos!

Profa. Danusa

 

Treine redação online para o Enem em nossa comunidade gratuitaTenha seus textos corrigidos por membros da comunidade e melhore seu resultado semana após semana.