Em época de vestibular parece que qualquer diversão é perda de tempo. Mas de vez em quando é sempre bom descansar um pouco, tirar um tempinho para espairecer, relaxar. Filmes são sempre uma ótima opção. Mas o que os filmes têm a ver com redação?

Quando termino de assistir a um filme sempre tento fazer uma avaliação. Foi bom? Foi ruim? Quais são os pontos altos e baixos? Uma coisa que me impressiona, às vezes muitos mais que atuações ou efeitos especiais, é o roteiro. Pense em um filme com grandiosos efeitos especiais, mas sem uma boa história. Isso seria como uma redação cheia de palavra difíceis, com uma linguagem rebuscada, mas sem conteúdo, sem um bom roteiro. Podemos pensar também em um filme que começa muito bem, tem um desenvolvimento envolvente, mas que no final decepciona. O que faltou aí? Uma conclusão. Sem um desfecho o filme fica incompleto, assim como uma redação sem uma boa conclusão.

As comparações entre cinema e redação podem continuar em vários outros aspectos, mas quero propor a vocês, leitores, uma série de postagens sobre cinema e redação. A cada postagem eu vou trazer um filme e recomendá-lo por um aspecto particular em que ele se destaca, fazendo uma ponte com o aprendizado de como se fazer uma boa redação.

O primeiro filme que vou indicar é: “12 homens e uma sentença

Se você tem dúvidas sobre como fazer uma boa argumentação, você PRECISA assistir a esse filme. A primeira versão dele foi lançada em 1957 e em 1997 fizeram um remake para a TV. Os dois são muito bons e tiveram indicações a prêmios importantes do cinema e da TV norte-americanos.

“12 homens e uma sentença” é um filme sobre um julgamento que se passa quase que integralmente na sala do júri. O que gostaria que vocês observassem é como se dá a argumentação durante o filme, tanto dos jurados que defendem a inocência do réu, quanto daqueles que defendem a culpa do mesmo. Veja como os dois lados opostos têm seus argumentos e como eles colocam as suas ideias de forma contundente, gerando um convencimento, mudando opiniões, desvelando polêmicas. Em uma dissertação, por exemplo, é exatamente esse jogo argumentativo que faz toda a diferença. Uma dissertação de qualidade sabe trabalhar argumentos.

Se você se interessou, veja o trailer abaixo e assista ao filme. Não se esqueça de comentar depois o que você achou e se foi uma boa recomendação para estudarmos argumentação.

Até o próximo filme! :)

 

Treine redação online para o Enem em nossa comunidade gratuitaTenha seus textos corrigidos por membros da comunidade e melhore seu resultado semana após semana.