Vou prestar Medicina. E agora?

13 mar 2012 | Motivação | 5 Comentários

Nosso blog é feito por quem já passou por poucas e boas em se tratando de vestibular. Eu fiz Letras na Unicamp, mas há pouco tempo acompanhei de perto o drama do meu irmão que estava prestando Medicina. Esse drama se transformou em alegria quando ele finalmente foi aprovado em primeira chamada na USP.

Escrevo este post porque Medicina é uma carreira à parte no vestibular. Há muitas outras carreiras bastante concorridas, mas a verdade é que se você quer ser médico, principalmente estudando em uma universidade pública, você vai ter que ralar MUITO mais que as outras pessoas (e depois que entrar também, mas isso já é outra conversa).

Há dicas que são válidas para todos os vestibulandos, mas quais são as particularidades para aqueles que querem prestar a carreira de Medicina?

Você precisa de uma vida com disciplina, regrada, cronometrada, planejada e concentrada. Não dá pra ser amador se você quer prestar Medicina. Vai ser um ano (ou alguns anos) de muito sacrifício, mas é assim mesmo! Não tem outro jeito. Mesmo as universidades pagas (que são caríssimas) são muito concorridas. Não tem pra onde correr! Esqueça as baladinhas, as noites mal dormidas, estudar na véspera, ficar de bobeira no computador o dia inteiro. Isso é coisa para amadores que não vão passar em medicina!

Não basta também ser o melhor do seu colégio ou do cursinho. Isso não garante a sua vaga. Você precisa se comparar com quem chegou lá. Não adianta se achar inteligentão e ir para a prova despreparado. Você tem que virar uma máquina de estudar, fazer exercícios, ler, fazer redação, fazer simulado. Uma máquina! Cada tipo de prova (dissertativa, de alternativa, redação) exige um treino específico, pois cada uma tem um mecanismo próprio. Se você chegar no dia da prova com esse preparo, certamente terá mais tempo de resolver as questões, pois você já terá praticado todos os modelos e tipos de exercícios possíveis para cada matéria.

Atenção! Eu não estou exagerando!

Prestar medicina é coisa muito séria! Não estou tentando desanimar você, muito pelo contrário! Quero oferecer um banho gratuito de realidade =) Um banho gelado, mas que vai acordar você. Quero que você saiba em que terreno você está pisando.

Além do que já dissemos acima, encerro este post falando de algo que eu vi acontecer na minha família e que foi de EXTREMA importância para que hoje tivéssemos um estudante de Medicina entre nós. Meu irmão fez três anos de cursinho para conseguir passar. Ele sempre foi um dos melhores alunos do colégio onde estudava e mesmo assim foram três anos! Nessa preparação uma coisa que foi constante na vida dele foi o apoio da família. Meus pais em momento algum cobraram resultados ou pressionaram meu irmão. Manter um diálogo aberto com a família é imprescindível. Você que decidiu prestar medicina precisa sentar com seus pais um dia e falar o quanto é difícil. Pergunte a eles se estão dispostos a esperar, a pagar cursinho, a ter paciência junto com você. É impossível você se preparar para um vestibular tão concorrido sem o apoio da família, afinal, você precisa de paz e estabilidade para poder se dedicar ao máximo. Essa conversa vale muito a pena e não dói nada também =)

Por hoje é só. Espero que não tenha assustado ninguém! Se você se dedicar mesmo, com certeza chegará lá! Não desista logo de cara. Olhando a vida do meu irmão hoje, eu vejo que todo esforço dele e o nosso apoio incondicional não foram em vão!

Fique ligado, porque em nosso próximo post vamos falar sobre escolhas profissionais de uma forma mais ampla! Não percam!

E se você gostou deste post e acha que pode ajudar alguém com ele, compartilhe! Passe informação de qualidade adiante! :)

Método Redação Definitiva para o Enem

Z

Correções de redação feitas por professores experientes

Método de escrita completo em vídeos curtos e didáticos

Cadernos Temáticos semanais para você construir repertório sociocultural

u

Tira-dúvidas com os professores e suporte especial

Acesso por 1 ano. Veja as aulas quantas vezes quiser e envie suas redações dentro do período de acesso.

5 Comentários

  1. Lucas

    Ola! Tudo bom?

    Gostaria de saber como você já tem um exelente exemplo de vida estudantio em sua casa. Você poderia me responder se tem como a pessoa estudar e trabalhar cursando medicina?

  2. Ana Laura (Equipe EscreverOnline)

    Olá, Lucas! Obrigada por sua visita ao nosso blog.

    Respondo sua pergunta com base no que vejo na vida do meu irmão, ok? A Faculdade de Medicina, pelo menos a que ele cursa (USP PINHEIROS) é bastante puxada. Geralmente as faculdades de Medicina são cursos integrais, o que significa que você terá aulas de manhã e de tarde. É claro que as grades horárias variam de semestre em semestre.

    A questão é… há muitas provas com conteúdos muito extensos. Se você cursa medicina e quer terminar a faculdade no tempo normal, sem pegar muitas DPs, você tem que se dedicar integralmente ao curso sim. É claro que depende muito de cada um, mas vejo que seria bem difícil para o meu irmão, por exemplo, se ele tivesse que trabalhar além de estudar.

    Oq vc pode pensar como alternativa é se envolver em uma iniciação científica ou buscar benefícios oferecidos pela própria universidade. Tanto as públicas quanto as particulares apresentam alguns programas em que você ganha algum dinheiro para ser assistente de professor, para trabalhar em alguma linha de pesquisa, na biblioteca, coisas assim. É pouco dinheiro, mas é uma ajuda já, né? =)

    Espero ter ajudado. =)
    Qualquer coisa, escreva aqui no blog!!!

    Abraços!!!

  3. GIZELI

    Olá! Eu gostaria de saber( na sua opinião) é possível passar em medicina, mesmo não fazendo cursinho, pois trabalho o dia todo, vc tem algum exemplo de pessoas que passaram sem cursinho? obg!

  4. Laisa

    Olá!
    Muito obrigada pela dedicação e veracidade que dedicou ao post. Com certeza, as pessoas precisam ter a real noção do que é se preparar para uma Universidade publica e além disso, para Medicina.
    Acabo de concluir meu curso de Bacharel em Química na Unesp e desde o ano passado que estou decidida a me dedicar ao cursinho novamente para prestar Medicina. Era o que eu desejava até o segundo colegial mas que, por medo e insegurança no cursinho, deixei de sequer tentar.
    Se a escolha de seguir essa carreira já não é fácil para os estudantes que estão saindo do ensino médio, para alguém que acaba de concluir uma faculdade como eu é, sem dúvida alguma, muito pior.
    Gostei muito da atenção que você deu quanto à importância familiar. Minha mãe me apóia muito. Meu pai também, mas ele quer que eu viva a minha área primeiro.
    É bem complicado. Pensar em todo o gasto que teremos com cursinho novamente, de uma incerteza quanto ao ingresso na Universidade.. Sou muito dedicada aos estudos e uma coisa que eu sempre evitei, por natureza, é balada e uma vida desregrada. Mas ainda assim, tudo isso estou tendo que levar em conta.
    Gostaria muito da sua opinião quanto a minha situação, Ana Laura. Por você ter uma cabeça ótima, pelo que pude perceber no post, e por ter um irmão que esteve na mesma situação que eu posso me encontrar.
    Desde já agradeço!
    Abraços,
    Laisa.

  5. Lucas

    Boa tarde. Gostei das dicas vou te contar oque aconteceu comigo antes estava decidido a fazer Medicina Veterinária pois acredito ser uma carreira que eu goste e tal. Mais de uns tempo para ca quero fazer medicina estou decidido que quero fazer medicina mesmo. Oque vc poderia me dizer ? tenho que estudar muito né e fazer um cursinho de qualidade ? Oque mais eu posso fazer? Obrigado

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.